40 visitante(s) online.
Pesquisar no conteúdo do informativo.
 
   
Informativo da Santa Casa de Misericórdia de Valença
Teste de descrição de título
 
 
 
CATEGORIAS
Dicas e Artigos (0)
Eventos (60)
Informativo (186)
Novidades (29)
Primeiros Socorros (1)
Tecnologia e Inovação (1)
Viva melhor (16)
 
 
ARQUIVO
Confira aqui todas as postagens
 
 
POSTS RELACIONADOS
Em: 06/05/2015 03:31:18
Semana de Lavagem de Mãos: Importância da higienização das mãos
Em: 09/10/2014 16:46:27
A Santa Casa apoia o Outubro Rosa!
Em: 22/01/2014 14:33:31
TABAGISMO: Apague essa ideia!
Em: 27/12/2013 18:15:51
Dica de saúde: Como evitar doenças comuns durante o verão
Em: 08/08/2013 12:16:02
Dica da semana: GORDURA NO FÍGADO
Em: 24/07/2013 19:29:42
Dica da semana: RINITE ALÉRGICA
Em: 12/07/2013 20:15:08
Dica da semana: COLESTEROL
Em: 27/06/2013 22:10:56
Dica da semana: DEPRESSÃO
Em: 18/06/2013 20:24:20
Dica da semana: CUIDADOS COM QUEIMADURAS
Em: 31/05/2013 11:17:24
Dica da semana: PRÉ-NATAL
 
 
Viva melhor
Dica da semana: CUIDADOS COM QUEIMADURAS
 
CUIDADOS COM QUEIMADURAS

O São João está chegando e a Santa Casa quer te manter informado a respeito dos tipos de queimadura que podem ocorrer nessa época do ano, especialmente pelo uso de fogos de artifício. Boa parte dos casos podem ser evitados ou tratados de forma adequada para diminuir os riscos de agravamento do quadro do paciente.

Veja a seguir algumas informações e dicas importantes sobre esse assunto.

Tipos de queimaduras:
As queimaduras podem ser classificadas de acordo com o tipo de lesão causada. Elas podem ser:

Queimadura de Primeiro Grau: A lesão atinge apenas a camada mais superficial da pele (epiderme), apresentando vermelhidão local, ardência, inchaço, calor local e dor. Pode ocorrer em pessoas que se expõem ao sol por tempo prolongado e sem proteção. Quando atinge grande parte do corpo é considerada grave.

Queimadura de Segundo Grau: A lesão atinge as camadas mais profundas da pele (derme). A característica desse tipo de queimadura é a presença de bolhas, inchaço e dor intensa. Como ocorre perda da camada superficial da pele, que protege contra a perda excessiva de água, pode ocorrer também, perda de água e de sais minerais e provocar um quadro de desidratação grave. Esse tipo de queimadura pode ser causada pela exposição a vapores, líquidos e sólidos escaldantes.

Queimaduras de Terceiro Grau: Nesse tipo de queimadura, ocorre lesão de toda a pele, atingindo os tecidos mais profundos como os músculos. Curiosamente, esse tipo pode não ser doloroso, já que as terminações nervosas que geram a dor são destruídas junto com a pele. A cicatrização geralmente é desorganizada. Normalmente requer a realização de cirurgias, com enxerto de pele retirada de outras regiões do corpo.

Se a queimadura for causada por fogos de artifício:

Explosivos:
• Além da queimadura, existe nesse tipo de trauma a laceração e a perda de tecidos associados à lesão. É bastante comum a amputação dos dedos e até mesmo da mão, e a lesão das estruturas ósseas, entre outros traumas, com presença de hemorragia;
• Proteja a área queimada com um pano limpo;
• Caso haja lesão da mão ou dos dedos, eleve o braço para diminuir a hemorragia.

Não explosivos:
• Esfrie a área queimada com água gelada ou corrente;
• Proteja a lesão com um pano limpo;
• Em todos os casos, encaminhar o paciente para um hospital;
• Acione o Corpo de Bombeiros Militar imediatamente pelo telefone de emergência, 193.

Cuidados básicos com crianças

As crianças menores de 5 anos correm mais riscos devido a vários fatores como possuírem pele mais fina, tempo de reação, pouca agilidade e principalmente a curiosidade. Por isso, alguns cuidados devem ser observados:

• Não prepare alimentos quentes com a criança nos braços ou no colo;
• Mantenha as crianças longe da cozinha, principalmente na hora do preparo das refeições. A maior parte das queimaduras causadas por líquidos superaquecidos ocorrem nesse intervalo de tempo;
• Não deixe ao alcance das crianças substâncias inflamáveis utilizadas para limpeza, como o álcool. Guarde-as em local seguro. Por produzirem chama, quando em combustão, essas substâncias servem de atrativo para as crianças, especialmente nessa época das festas juninas;
• Não deixe crianças soltar fogos de artifício, principalmente do tipo explosivo. Além das queimaduras, eles causam lesões graves nas mãos, nem sempre passíveis de recuperação;
• Não deixe fios e tomadas descobertos porque podem causar lesões graves nas mãos e boca das crianças;
• Não exponha a criança ao sol por muito tempo, principalmente entre 10h e 15 horas.

ATENÇÃO: O que NÃO fazer em caso de queimadura:

• Nunca aplique produto caseiro como sal, açúcar, pó de café, pasta de dente, pomadas, ovo, manteiga, óleo de cozinha ou qualquer outro, pois eles podem complicar a queimadura e dificultar um diagnóstico mais preciso. As soluções caseiras para diminuir a dor e a ardência das queimaduras podem piorar e até causar infecção no local atingido;
• Não tente tratar a vítima sem ter o conhecimento médico-científico necessário para a cura da lesão;
• Não aplique gelo diretamente sobre o local, pois isso pode piorar a queimadura;
• Nunca fure as bolhas;
• Não demore em pedir auxílio especializado, em caso de dúvida, sempre procure o hospital. Quando mais demorado for o início do tratamento, pior.
• Evite também pomadas ou remédios naturais, assim como qualquer medicação que não for prescrita por médicos;
• Em caso de ingestão de produtos cáusticos ou queimaduras em boca e olhos, lavar o local com bastante água corrente e procurar atendimento médico imediato;
• Não toque a área afetada;
• Não respirar a fumaça em caso de incêndios. Lembre-se que a inalação de fumaça pode causar queimaduras nos pulmões e brônquios, mesmo que não haja queimadura externa visível. Caso o ambiente esteja com muita fumaça, pode-se diminuir a inalação com um pano molhado próximo do nariz e boca e se locomovendo de agachado, com o nariz bem próximo ao chão, onde a concentração de fumaça é menor;
• Não tente retirar pedaços de roupa grudados na pele. Se necessário, recorte em volta da roupa que está aderida à pele queimada;
• Não cubra a queimadura com algodão.


ATENÇÃO: Estas são informações gerais sobre o assunto. Este texto não deve ser usado para qualquer tipo de diagnóstico ou automedicação. Em caso de qualquer suspeita, procure imediatamente seu médico.

 
 
Publicado em 18/06/2013 20:24:20 1442 visualizações
Por: Santa Casa de Valença
 
Compartilhar
 
Nenhum comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu comentário:
Os comentários deste site são moderados.
*Não serão aceitos comentários anônimos, ofensivos ou contendo palavrões.
Obs: comentários dos leitores não refletem as opiniões do deste site.
 
Nome: E-mail:
Comentário:
 
     
 
 
INÍCIO
CORPO CLÍNICO
INFORMATIVO
AGENDAMENTO
ATENDIMENTO