43 visitante(s) online.
Pesquisar no conteúdo do informativo.
 
   
Informativo da Santa Casa de Misericórdia de Valença
Teste de descrição de título
 
 
 
CATEGORIAS
Dicas e Artigos (0)
Eventos (60)
Informativo (186)
Novidades (29)
Primeiros Socorros (1)
Tecnologia e Inovação (1)
Viva melhor (16)
 
 
ARQUIVO
Confira aqui todas as postagens
 
 
POSTS RELACIONADOS
Em: 06/05/2015 03:31:18
Semana de Lavagem de Mãos: Importância da higienização das mãos
Em: 09/10/2014 16:46:27
A Santa Casa apoia o Outubro Rosa!
Em: 22/01/2014 14:33:31
TABAGISMO: Apague essa ideia!
Em: 27/12/2013 18:15:51
Dica de saúde: Como evitar doenças comuns durante o verão
Em: 08/08/2013 12:16:02
Dica da semana: GORDURA NO FÍGADO
Em: 24/07/2013 19:29:42
Dica da semana: RINITE ALÉRGICA
Em: 12/07/2013 20:15:08
Dica da semana: COLESTEROL
Em: 27/06/2013 22:10:56
Dica da semana: DEPRESSÃO
Em: 18/06/2013 20:24:20
Dica da semana: CUIDADOS COM QUEIMADURAS
Em: 31/05/2013 11:17:24
Dica da semana: PRÉ-NATAL
 
 
Viva melhor
Dica da semana: GORDURA NO FÍGADO
 
Gordura no fígado

Barriguinha saliente não é a única consequência de uma má alimentação. Por trás da calça que não fecha e da camisa apertada pode estar um excesso de gordura invisível aos olhos, que envolve o fígado e causa uma doença silenciosa, a esteatose hepática, mas comumente conhecida como gordura no fígado. Trata-se do depósito de gordura (triglicérides) no interior das células do fígado.

O aumento do consumo de gordura saturada é uma das principais causas dessa doença. A gordura saturada também é aquela responsável pelo aumento do colesterol ruim (LDL), pelo estreitamento das artérias, o aumento da pressão sanguínea e o risco de infarto; e que são encontradas especialmente em produtos de origem animal, como carnes vermelhas. Ou seja, a ingestão de grandes quantidades desse tipo de gordura na alimentação faz com que haja um aumento da deposição do excedente no fígado.

A esteatose passa a ser um risco quando há o aparecimento de células inflamatórias no fígado. Neste caso, a pessoa deixa de ter a esteatose simples e passa a apresentar a esteato-hepatite. Se a doença continua evoluindo o risco de chegar à cirrose (doença crônica do fígado, que se caracteriza por fibrose e formação de nódulos que bloqueiam a circulação sangüínea no órgão) é bastante grande. Neste caso, o fígado deixa de exercer suas funções normais, como produzir bile (agente diluidor de gorduras), auxiliar na manutenção dos níveis normais de açúcar no sangue, produzir proteínas e metabolizar o colesterol.

Mas não precisa se assustar: na maior parte dos casos, especialmente aqueles com esteatose simples, a correção dietética (com a redução de gordura), a perda de peso e a manutenção de uma rotina de atividade física são suficientes para reverter o quadro.

Sintomas

Os sintomas de gordura no fígado podem ser a perda do apetite e a dor abdominal do lado direito, que vão se instalando aos poucos. Outros sintomas incluem:

• Barriga inchada;
• Cansaço;
• Dor de cabeça;
• Enjoo;
• Vômito;
• Cor amarelada nos olhos e na pele;

Ao observar esses sintomas, procure o seu médico imediatamente para realizar exames de diagnóstico, como o exame de sangue e a ressonância magnética. Assim, a doença pode ser diagnosticada e devidamente tratada com dieta e exercícios.




ATENÇÃO: Estas são informações gerais sobre o assunto. Este texto não deve ser usado para qualquer tipo de diagnóstico ou automedicação. Em caso de qualquer suspeita, procure imediatamente o seu médico.
 
 
Publicado em 08/08/2013 12:16:02 1594 visualizações
Por: Santa Casa de Valença
 
Compartilhar
 
Nenhum comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu comentário:
Os comentários deste site são moderados.
*Não serão aceitos comentários anônimos, ofensivos ou contendo palavrões.
Obs: comentários dos leitores não refletem as opiniões do deste site.
 
Nome: E-mail:
Comentário:
 
     
 
 
INÍCIO
CORPO CLÍNICO
INFORMATIVO
AGENDAMENTO
ATENDIMENTO